À Caça – O Normal

Uma pessoa errada na hora errada no lugar errado. Quem disse que isso não pode ser útil? Afinal, alguém terá que atrair o monstro.

Pré-requisito: nenhuma característica sobrenatural nos aspectos.

Aspecto principal: escolha uma profissão e adicione “cético”. Exemplos: farmacêutico cético, detetive cético, etc.

Na fase trio, se seu personagem esbarrou com caçadores experientes, crie aspectos que mostrem a visão racionalizada do que aconteceu. Vampiro? Não, ataque de animal. Fantasma? Não, gases tóxicos próximos que geraram alucinações ou talvez luzes advindas de superfícies reflexivas. Um bom personagem Normal irá defender sua racionalização por muito tempo, seja por ignorância, incapacidade cognitiva ou pura negação.

Efeito: O maior papel que o Normal tem é de se colocar em perigo, seja para encontrar novas características do inimigo ou para atraí-lo para armadilhas. Dessa forma, gaste um ponto de destino para ganhar +2 tanto nas situações descritas acima quanto para fugir de inimigos. Além disso, você pode forçar o fato de que você ainda não envolveu-se completamente no mundo das trevas para se por em perigo deliberadamente.

Oops!

Ganhe +2 em rolagens de Percepção. Seu sucesso envolve achar coisas “sem querer”.

Vamos dar o fora daqui!

Toda vez que ajudar alguém a fugir, ganhe +2 nas rolagens de criar vantagens e superar obstáculos.

O Poder do Coração

Quando alguém lhe ajuda em conflitos, some +2 ao invés de +1 nos seus testes. Se essa ajuda for criando vantagens, ela é bem sucedida mesmo que falhe, garantindo pelo menos uma invocação gratuita.

Você pode confiar em mim

Sempre que fizer algum teste social, como Empatia e Comunicação, com alguém que esteja tendo seu primeiro contato com o sobrenatural na vida, ganhe +2.

One thought on “À Caça – O Normal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *