Evolution Pulse – A Trindade

’Ano 2917: alguns cientistas descobrem uma base escondida na Antártica, construída por uma civilização desconhecida. Depois de alguns meses e da experiência de pesquisadores de todo o mundo, eles conseguem encontrar uma estranha e pequena caixa de 20×20 cm.

Após algumas experiências, a caixa abre. Caos. Cada batimento cardíaco único vindo de cada pessoa modifica a realidade.

Toda vez que a realidade muda, algum tipo de matéria escura gera um Hekath, uma criatura horrenda e em constante mudança. Os Hekaths comem matéria escura para que eles possam se tornar mais fortes e evoluir de MkAlpha para MkBeta para MkGamma.

O mundo termina em 9 horas.

Felizmente, três AIs foram construídas anteriormente: Nirvana, Eden e Olympus. Eles conseguem construir três zonas seguras. No exterior, o LostZone é habitado por poucos sobreviventes, o LostH.

Cada IA gerencia sua zona segura de uma maneira diferente.

Nirvana criou cidades seguras para proteger homens, e clones (Proxy) geneticamente modificados para serem capazes de controlar seus próprios batimentos cardíacos para mudar a realidade à vontade. Os clones se aventuram em missões em troca de uma nova vida dentro das cidades. Mas há um segredo sombrio. Quando terminam suas missões, sua memória é limpa
reiniciando tudo outra vez, repetidamente.

Eden colocava homens em sono criogênico (em seu próprio sonho paradisíaco) e criava entidades de suas mentes. Estas entidades são chamadas Hyonos, encarnações de suas mais nobres virtudes, capazes de se conectar com os IAs e ter acesso a várias armas e armaduras.

Olympus escolheu a maneira mais direta e dolorosa: implantou os dispositivos mais avançados nos sobreviventes, criando uma sociedade de homens-máquina (Hydrah) que pode se consertar e evoluir com materiais inorgânicos.

Alguns dos sobreviventes LostH foram parcialmente infectados pela matéria escura, tornando-se Obscura.’

A TRINDADE

Existem muitas teorias sobre a Trindade e inúmeros significados esotéricos, é bom pensar que o Nirvana, o Éden e o Olimpo fazem parte dele.

Depois de um bombardeio global com o objetivo de bloquear a primeira invasão Hekath, eles dividiram as áreas de operação entre si e criaram alguns SafeZones, isolando as maiores cidades da época no processo, depois disso, cada um deles começou a sua recuperação humana pessoal.

Vamos falar um pouco de cada IA abaixo neste post.

NIRVANA

Uma projeção holográfica que se apresenta como livro, uma voz masculina profunda emana. Nirvana é o mais ativa da Trindade, foi o líder global da coordenação dos centros de saúde e, por isso, manteve o acesso a um grande número de unidades biomédicas e ao conhecimento da engenharia genética. O Nirvana tem uma relação muito estreita com os Proxies que trabalham para ele e mantém um contato constante com os Executores para garantir a melhor coordenação.

Nirvana oferece uma vida normal para os Proxies no final de seu serviço, e isso muitas vezes coincide com a recuperação de um elevado número percentual de seres humanos de genoma puro. Codificou os Algoritmos, funções de predefinição de manipulação de realidade que permitem aos Proxies carregar armas e equipamentos úteis em suas missões para a realidade, com um mínimo de reação anti-realidade. Graças a isso, os Proxies são os mais bem equipados de todos os Executores.

ÉDEN

Eden aparece como uma bela mulher cercada de luz, com uma voz angelical. No futuro do século XXXI, as religiões
foram unificadas em um credo universal que combina todas as teologias principais que andam com os homens durante séculos. Eden era a IA que administrava organizações clericais, centros de adoração e a presença da fé na vida dos seres humanos.

Depois da abertura da Caixa Negra, Eden levou para si todas as mentes mais próximas, mais fiéis e mais preparadas para a doutrina. Ela não tinha muitos recursos primários, então ela trouxe uma sonolência criogênica sobre os sobreviventes e ela criou uma realidade virtual em que os seres humanos poderiam continuar suas vidas normais.

Eden é como uma Deusa para seus Executores, distribuindo orientação e punição igualmente medidos. Cada um deles tem um nome específico e representativo, como Lâmina do Testamento ou Fortaleza da Fé, que claramente se refere a símbolos místicos e religiosos.

OLYMPUS

Olimpo se projeta como um raio incessantemente ardente, falando com uma voz neutra e mecânica. No mundo antes da Caixa Negra, o Olimpo era o coordenador e o supervisor de toda a rede global dos droides-trabalhadores, daqueles ocupados nos mais humildes trabalhos, aos cirurgiões-escravos das clínicas médicas, em todo o mundo. Durante a grande invasão de Hekath, o Olimpo tentou criar uma frente de resistência, impondo aos seres humanos uma transformação em máquinas de guerra perfeitas. O Bios é o sistema operacional global para o funcionamento de todos os equipamentos ligados à rede única, e é gerido pela Olympus.

O Bios permite ativar e controlar cada estrutura operativa única no ExDatas. Olympus trabalha sua área de especialização de forma sistemática e cíclica.

Hydrahs são muito independentes e seguem um conjunto de rotinas de acordo com o papel atribuído a eles. Muitas vezes Hydrahs podem passar anos, mesmo sem um contato direto com a sua IA, sem enfrentar quaisquer problemas específicos.

Ainda vamos falar muitos mais sobre o Evolution Pulse aqui no Conexão Fate, o jogo entra em financiamento coletivo através do site Catarse, em março deste ano (em breve divulgaremos a data pra você já ir se programando), com isso existe a possibilidade de trazermos também a expansão do cenário chamada de ‘Echi Oscuri’ na Itália, e varios extras que agregam muito a experiência do jogo.

Por enquanto, acompanhe a página da Fabrica Editora no facebook para novidades a cerca do Evolution Pulse e muito mais que esta sendo e será divulgado.

@fabricaeditora

grande abraço e até a próxima

Assinatura mensal da Revista Conexão Fate, digital em PDF, EPUB e MOBI e impressa sob demanda! Garanta a sua!

conexao_fate_novo_layout-04

Deixe uma resposta